ir para o conteudo principal

Engenharia, Operação e Educação de Trânsito

aspectos práticos das travessias de pedestres em semáforos

Aspectos práticos da travessia de pedestres em semáforos

João Cucci Neto

Este pequeno trabalho traz uma compilação de vários elementos que envolvem as travessias de pedestres em locais semaforizados. A ideia foi a de reunir casos práticos de soluções e alternativas que possam auxiliar o aluno, o técnico iniciante na área da Engenharia de Tráfego e, por que não, o morador das grandes cidades a encontrar alternativas para problemas comuns no meio urbano. Afinal, todos somos pedestres. Trata-se de um misto de informações baseadas em legislação, normas técnicas e, em boa parte, experiência reunida ao longo de muitos anos como Engenheiro e Professor na área do trânsito. O objetivo não é fornecer soluções específicas, mas sim mostrar um leque de possibilidades, como uma ferramenta de apoio para a análise de problemas e escolha das intervenções mais adequadas para resolvê-los.


O processo de mudança de ciclo em 108 cruzamentos semaforizados

Luiz Ernesto de Azeredo

Alterar uma programação via central semafórica é um recurso valioso. Com um comando no computador os novos dados são enviados para o semáforo. E quando realizamos alterações para vários semáforos? Será que é simples assim? Neste artigo, Luiz Ernesto de Azeredo - da EMDEC-Campinas-SP - relata o processo de alteração de ciclo em 108 cruzamentos semaforizados da região central da cidade.


O problema do tempo de espera de pedestre

Sun Hsien Ming

O presente trabalho tem por objetivo ilustrar a complexidade de problemas de trânsito por meio de um simples e prosaico problema de estimar quanto um pedestre espera em média para atravessar uma rua. O problema, aparentemente simples, exige cálculos nada triviais para a sua solução. Esse problema foi encontrado no livro “Stochastic Processes” (Processos estocásticos) de Sheldon M. Ross1. A complexidade do problema decorre de que as variáveis envolvidas são aleatórias. Ora, o trânsito é um fenômeno essencialmente aleatório e o seu estudo não pode dispensar ou ignorar essa sua natureza. Apesar desta óbvia constatação, verifica-se que, na prática, a aleatoriedade dos fenômenos não é levada em conta na solução dos problemas de trânsito, uma vez que, normalmente, os problemas são resolvidos empiricamente, na base do “bom senso”, utilizando-se valores médios como se fossem constantes.


Área adjacente à faixa de rodagem

InIR

No presente documento apresenta-se um conjunto de critérios a seguir para avaliar os efeitos das características da Área adjacente à faixa de rodagem sobre a sinistralidade em estradas portuguesas. Com as devidas adaptações, os critérios apresentados podem ser aplicados em estradas de outros tipos de redes rodoviárias, designadamente as municipais.


Caminhar com segurança

Organização Mundial da Saúde

Ao garantirmos a segurança dos pedestres, encorajamos as pessoas a andarem, o que traz um impacto positivo na saúde de todos e também ao meio ambiente. Quando caminhamos, não pagamos passagens ou combustível, nem temos que obter habilitação ou registros. É algo essencial para a qualidade de vida e a sustentabilidade de nossas comunidades e deveria voltar a ter um lugar de destaque como opção segura, conveniente e agradável em nossas jornadas diárias.


Estacionamento - Manual de Planeamento das Acessibilidades e da Gestão Viária

Álvaro Jorge da Maia Seco, Jorge Humberto Gaspar Gonçalves e Américo Henrique Pires da Costa

O automóvel passa muito mais tempo imobilizado, ocupando espaço público ou privado, do que em movimento. Antes e no fim de cada viagem é necessário dispor de um local próprio para estacionar o automóvel, o que, particularmente em áreas urbanas, nem sempre é fácil de encontrar. É assim claro que uma política de estacionamento coerente deverá ser sempre uma componente fundamental de qualquer Política de Mobilidade Urbana, auxiliando na implementação das opções fundamentais por esta definida, para o que deverá ter não apenas associada a definição dos níveis e localização adequados da oferta a providenciar em cada zona, mas também as respectivas condições de acesso, utilização e interligação com os outros elementos do sistema de transportes.


Os artigos das edições anteriores podem ser acessados através da seção Artigos

Para baixar os textos você precisa do Adobe Reader. Caso não possua, faça o download aqui

Notas & Notícias

  • Testes de colisão ficarão mais rígidos.
  • Estadão
  • Concurso para Professor - UFRGS.
  • ANPET
  • Inmetro regulamenta etiqueta em pneus.
  • Perkons
  • Nova Iorque reduz limite de velocidade para reduzir mortes no trânsito.
  • Jornal Nacional
  • Guarda municipal pode multar infração de trânsito, diz STF.
  • G1
  • Cuidado feminino no trânsito.
  • Perkons
  • Colisões frontais são principal causa de morte nas rodovias.
  • Perkons
  • Simulador virtual mede impactos ambientais da mobilidade.
  • ANTP
  • Gadget projeta sinalização nas costas do ciclista.
  • UOL Notícias
  • Land Rover cria sistema que detecta buracos nas ruas.
  • Exame.com
  • Trajeto SP - Campinas terá corredor para carro elétrico.
  • Estadao.com.br
  • Fiscalização por videomonitoramento reduz acidentes nas rodovias.
  • Perkons
  • Custo do transporte público X tamanho e forma da cidade
  • ANTP
  • BMW terá sistema para achar vagas de estacionamento.
  • Estadão
  • Barreira em rodovia holandesa provoca graves acidentes (com som)
  • TV UOL
  • Tinta preta utilizada pela CET provoca acidentes de moto em SP.
  • R7
  • Especialista aponta incoerências no CTB.
  • Perkons
  • Promessa do BRT de amenizar engarrafamentos em BH ainda não foi cumprida.
  • ANTP
  • 1/5 dos brasileiros admite não usar cinto de segurança sempre.
  • Estadão